17 de julho de 2008

Fingidor II

Que poeta é esse
Que finge que sente
O que não sente?

Ou será que sente
O todo individual
E torna universal
O que sente
Toda a gente?