14 de abril de 2009

Vanguart ou meu mais novo vacilo

Segue abaixo uma das letras (dentre tantas que adoro) de uma banda de Cuiabá que já conhecia há algum tempo até, mas só passei a dar a merecida atenção após assistir ao dvd dos caras. E, lógico, me apaixonei. Trata-se de Vanguart: meu mais novo vacilo!


Antes que eu me esqueça

Antes que eu me esqueça da minha cabeça
Escreve teu nome nesse papel
Já faz algum tempo que não somos amigos
E eu quero esquecê-la
Renovar meu abrigo
Mas o tempo é piada
Enquanto eu sou quase nada
E eu só penso em tê-la
Em mim
Antes que eu me esqueça da minha cabeça
E o que resta é tão pouco
Como eu sou pouco contigo
Mas você em mim exagera
E és meu mais novo vacilo
Vou me distrair, vou pestanejar, vou engatilhar
Mas não disparar e ai de você
Se não me entender
Não me faças caso, ou vou me perder
Entre chuva má ou mágoa sem cessar
Como um dia frio longe do mar
E ai de você se não me entender
Eu vou quebrar teus olhos
Você vai se entregar

Helio Flanders

3 comentários:

  1. “ando meio desligado... eu nem sinto os meus pés no chão...” e quem não conhece essa?
    Mas quantos vacilos novos ou velhos não fazem parte das nossas vidas? De um lado a falta e do outro o exagero...
    Deixar que os pensamentos flutuem, como nos desenhos animados, em direção do bom perfume que justamente por isso os atrai, também não é uma forma de perder a cabeça?
    Por isso que penso que a todo instante perco a minha!!! “E ai de você se não me entender”!

    ResponderExcluir
  2. Adorei os questionamentos. Que fiquem registrados para nossos próximos debates. Mas só para provocar: talvez perder a cabeça volta e meia signifique encontrar-se... Beijos, amiga, te gosto muito!

    ResponderExcluir