22 de novembro de 2011

Ciranda

botar o ver do verde mar
no desabrochar do ser
a namorada que vem do nada
nadar na direção
do reencontro

Nenhum comentário:

Postar um comentário