17 de novembro de 2011

Ecos literários

O melhor da Feira do Livro é que ela nunca termina. Sempre ficam os ecos literários. Este ano participei de dois seminários sobre literatura e, é claro, aproveitei para perambular pelas vielas catando bons livros e boas promoções. Encontrei A Rosa do Povo, de Drummond, por apenas dez reais. Um êxtase poético.


Ainda tive uma bela surpresa ao comprar, por cinco reais, o livro Contos de Oficina, organizado por Luiz Antonio de Assis Brasil. Li e apreciei muitos textos do livro que é resultado da Oficina de Criação Literária da PUC. Parabéns aos escritores!


"Livro sim, livro não, todos os vãos constando na estante. A macela secando no varal. O resto do sabonete melando a saboneteira. O café perdendo o aroma na caixa."  

Do conto Frio, de Camila Doval

Um comentário: