27 de março de 2013

Saudades do Verão (ou lamentos de outono)


Pegar a estrada para o mar é felicidade doce.
Arrumar a mala.
Lembrar que esqueceu algo.
Escolher a trilha sonora.
Cantar a trilha sonora feito louca.
Levar chocolate na viagem.
Comer chocolate derretido na viagem.
Parar para esticar as pernas.
Voltar para a estrada querendo chegar logo.
Passar o caminho criando boas expectativas.
Ter as expectativas superadas.
Cumprimentar o mar e o sol.
Agradecer pelo dia pintado de céu.
Fotografar tudo na lente e na memória.
Dar pausa na enxaqueca.

Ah, felicidade de mar.
De praia que está sempre lá.
De pedra que não sai do lugar.
De areia que vai e volta.
O sabonete naturalmente esfoliante.
O corpo à milanesa.

É sempre assim.
O mar é sempre o mesmo.
Alegria sempre igual de tudo de novo.
Tudo renovado do mesmo jeito.

Pegar a estrada para o mar é sempre assim.
Porque o mar também é rotina.
A rotina mais doce do ano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário